O que preciso saber sobre colágeno?

September 10, 2018

     Primeiramente devemos saber que colágeno é uma proteína e como toda proteína é formada, estruturalmente, por uma seqüência de Aminoácidos. O processo digestório quebra os alimentos em estruturas  menores para que possam ser absorvidas e, no caso das proteínas, ela precisa ser quebrada em aminoácidos, pois são estas estruturas que são reconhecidas e absorvidas pelo intestino.

A proteína também é claramente mais saciante do que outros macro nutrientes, por causa da sua ativação em vários neurotransmissores específicos envolvidos na saciedade.

     Colágeno é o principal componente da pele, dos tecidos conjuntivos, cartilagens, ligamentos, tendões e ossos. Essencial para manter o corpo saudável, o colágeno vem em 29 tipos diferentes (isso mesmo temos aproximadamente 29 tipos)  e constitui de 20 a 30 %  das proteínas no corpo.

     O colágeno é efetivamente composto por três cadeias. A sequência repetida de três aminoácidos formam esta estrutura.  Cada terceiro aminoácido é a glicina, na maioria das vezes as posições restantes são preenchidas por dois aminoácidos: a prolina e uma versão modificada da prolina, hidroxiprolina. 

     Hidroxiprolina é muito importante para estabilidade do colágeno, é criada modificando aminoácidos prolina normais e após esta etapa, a cadeia de colágeno é construída. A reação requer a vitamina C para auxiliar na adição de oxigênio. Infelizmente, não podemos produzir a vitamina C dentro de nossos corpos e a deficiência de vitamina C diminui a produção de hidroxiprolina  para a construção de um novo colágeno.

     À medida que a pele envelhece, o colágeno torna-se mais e mais fragmentado porque as enzimas que quebram o colágeno tornam-se mais ativas enquanto a produção de colágeno pelos fibroblastos diminui. Como consequência, a pele aos 80 anos apresenta 4 vezes mais colágeno danificado do que uma pele com idade entre 21 a 30 anos.

 

     Este desgaste também pode ser acelerado por radicais livres – subprodutos tóxicos das células quebrando por causa da má alimentação, exposição ao sol em excesso, poluição, tabagismo, uso de álcool, estresse e envelhecimento com seu declínio hormonal próprio. 

 

 

     Até o presente momento, foram identificados 29 tipos genéticos distintos de colágeno, muitos dos quais com características únicas e alguns com características inter-relacionadas. Nove deles são frequentemente disponíveis, incluindo os colágenos dos Tipos I, II, III, IV, V, VII, IX, XI e XII  e podem ser dividido em tipos fibrilares e colágenos não fibrilares.  Por via enzimática o colágeno encontrado na forma de fibras nas matérias primas citadas é quebrado em peptídeos menores e peptídeos de colágeno bioativos são obtidos, os quais podem ser rapidamente absorvidos na corrente sanguínea e promover ação local. A obtenção de estruturas de peso molecular mais baixo, composta de poucos aminoácidos ou peptídeos, é responsável por sua rápida absorção, funcionalidade nutricional e digestibilidade. O colágeno hidrolisado depois de ingerido sofre quebra no estômago e intestinos em tri-, dipeptídeos e aminoácidos que podem ser absorvidos na corrente sanguínea.

 

 

Para suplementação a dosagem usual é de 9 a 10g de preferência com associação de vitamina C e silício. Temos estudos de comprovação de efetividade com o colágeno Verisol® para a pele em dosagens menores (cerca de 2,5 a 5g), as técnicas de extração dos peptídeos é desconhecida mas sabe-se que tem o menor peso molecular portanto melhor digestibilidade . Colágeno tipo II é comumente usado para cartilagem e o mais novo tipo de colágeno Bodybalance® é indicado para recuperação muscular e prevenção de sarcopenia.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Blog

Featured Posts

Reúna os amigos em casa sem sair da dieta!

May 24, 2017

1/2
Please reload

Archive
Please reload

Follow Me
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Twitter Icon
  • Grey Instagram Icon
  • Grey Pinterest Icon

Endereço

Rua Orense 41, Sala 104

Diadema, SP 09920-650

WhatsApp

(11)98798-2532

E-mail

© 2018 por Renata Riani. Todos os direitos reservados.